Menu

The Blogging of Winstead 256

lisawinter01's blog

Tecto Afrescado E Estuques

Tecto Afrescado E Estuques


A propósito das últimas pesquisas eleitorais, relembrar é viver. Em 2010 todos os institutos lacravam o pagodeiro Netinho, do PCdoB, como favorito ao Senado por São Paulo. Tem Gente Fazendo Kombiterapia. E Você, Alguma Ideia Nova? as urnas, o eleito, disparado, foi Aloysio Nunes. Em 2014 os mesmos institutos davam Eduardo Suplicy e José Serra como tecnicamente empatados, assim como para o Senado, até a véspera do pleito. E o tucano deu uma lavada no petista.


Ainda em São Paulo, a sessenta dias da eleição de 2016 para a Prefeitura, Celso Russomanno era o favorito e João Doria tinha 5%. No encerramento, esse venceu no primeiro turno. Outro fato que berra contra o ótimo senso: os institutos de busca, que a toda a hora atribuíam a Lula 80% de popularidade, nunca explicaram por que ele não ganhou a reeleição no primeiro turno nem sequer fez Dilma vencer pela primeira rodada.


Nesta ocasião, preso, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, pesquisas dão Lula como favorito, caso pudesse disputar a eleição, levando em conta que está impedido. Confira Abaixo Várias Fotos De Lareiras Modernas apelam aos países que a toda a hora chamaram de imperialistas para tentar um último jeito, nem sequer que seja no tapetão da “ONU”. O mercado se agita. A Bolsa cai e o dólar sobe.



Especuladores faturam milhões e o público paga a conta. Quinze 1 mil de patrimônio, contudo parece ter a solução pra tudo, quem sabe ocupando o que é alheio, que é mais fácil do que trabalhar. Temos assim como um militar que prega a ordem, mesmo tendo desrespeitado a hierarquia do Exército por insubordinação. Uma ambientalista que ficou calada pela tragédia de Mariana (MG). E, no final das contas, o candidato sentenciado, impedido pela Lei da Ficha Limpa, que seria o favorito se não se tivesse entregado ao crime. Câmeras Fotográficas Antigas Na Decoração /p>

Parece pastelão, mas é a nossa eleição. Prontamente cabe aos eleitores publicar o fim desta história. Espero que os racionais vençam os incendiários. O Brasil nunca precisou em tal grau dos brasileiros que sabem o que significa ter responsabilidade. Muito oportuno o artigo de Fernando Henrique Cardoso no jornal Financial Times. Ele desmistifica o cleptomiurgo de Garanhuns e as mentiras que vêm sendo plantadas pelo lobby petista nos meios de intercomunicação e em corporações internacionais sobre as organizações brasileiras. Imagino ser esse o grande papel a que FHC se poderia prestar, mais e mais. Ele tem respeito e crédito no universo inteiro e sua expressão se sobrepõe aos latidos da matilha petista.


Desejaria que nas pesquisas eleitorais pra cargos executivos fosse perguntado: “Em quem você adoraria de votar? ”. Assim teríamos a real preferência do eleitor, e não o voto útil que mascara a tendência. O tempo de Tv dado aos candidatos a presidente da República é o efeito de uma aritmética insuficiente conveniente pros eleitores. Somam-se os tempos destinados às coligações dos candidatos ao Planalto e se rateia proporcionalmente o tempo disponível. Com essa conta temos a distribuição esdrúxula que estamos prestes a observar, em que um candidato tem mais de 6 minutos e outro tem alguma coisa próximo de 7 segundos.


A eleição presidencial deveria ser feita de forma mais equilibrada e esclarecedora, dando a cada um dos candidatos ao posto o mesmo tempo de Tv. De que jeito está, vamos ter novamente um pacote de privilegiados que se submetem a cada coisa para ter mais tempo de propaganda e um excêntrico que quem sabe tenha tanta ou mais competência que o primeiro, eventualmente sem seus vícios.


  • 3 Andar nobre
  • Toque de Estilo Preto e Branco zoom_out_map
  • Com jardim
  • Tucci says
  • um História 1.Um Pré-história

No ano anterior, por volta desta mesma época, a imprensa noticiava que 90% dos deputados federais e senadores poderiam não ser reeleitos, enorme parcela por ilícitos e outros por pífios serviços prestados. Hoje, a menos de 2 meses para o pleito, projeções otimistas indicam 40%. O Estado, em seu incrível editorial Nada novamente (20/8, A3), traça um retrato do que nos espera em 7/10, data do primeiro turno das eleições.


Dos 513 deputados, ao menos 447 tentarão a reeleição. E 35 senadores dos cinquenta e quatro eleitos em 2010 assim como não querem perder a mamata. 2,seis bilhões de recursos públicos, ou seja, do nosso dinheiro, pra serem divididos entre as legendas, para aguentar quem nunca fez nada por merecer. Um acinte, um escárnio, no momento leve que atravessamos. Entretanto como o dinheiro ainda tem o poder de obter muita gente, é bem provável que tenhamos de aguardar mais 4 Quinze Salas Vermelhas Trazem Sugestões Pra Utilizar A Cor Pela Decoração - Moradia Vogue , como descreve o editorial, para uma lufada de ar fresco no Congresso Nacional.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.